post

Meu filho não come bem: o que fazer?

A- Diminuir A+ Aumentar A Tamanho Original

Se tem algo que nos deixa com cabelo em pé é a alimentação dos nossos filhos, não é mesmo? Aqui em casa, passamos por algumas fases tensas com as crianças que, de uma hora para outra, resolveram mudar a alimentação, passando de um prato todo colorido para um monocromático.

Se o seu filho também não come bem, fique tranquila. Olha só estas dicas que usamos por aqui!

1. Mude a forma de preparo dos alimentos:

Nós começamos a perceber que as crianças tinham preferências quando pensávamos nas preparações e não só nos alimentos. Foi aí que começamos a oferecer o mesmo alimento de formas diferentes. 

Um exemplo foi com a batata, que oferecemos em forma de purê, cortada em quadradinhos, sauté, assada (para ficar parecida com a batata frita), cortada em rodelas, a batata bolinha, a inglesa… Enfim, de várias formas! Assim fizemos com praticamente todos os legumes e, acreditem, surtiu efeito e descobrimos qual a textura e consistência que eles preferiam.

2. Descubra a cor queridinha do momento:

É incrível como as crianças não gostam do verde nos alimentos, não é mesmo? Mas será que é só essa cor que eles recusam? 

Foi pensando nisso que começamos a testar as cores. A cada semana fazíamos o desafio onde as crianças precisavam escolher alimentos de uma determinada cor para, pelo menos, provar. Aos poucos, o monocromático do prato deu lugar ao colorido e eles foram redescobrindo sabores que aprovaram.

3. Seja exemplo:

Parece blá-blá-blá, mas é verdade! Se na fase em que seus pequenos não estiverem comendo bem, eles perceberem que os pais também não o fazem, ficará mais difícil que eles comam bem novamente. Por isso, verduras, legumes, frutas e preparações variadas são superimportantes nas refeições de toda a família.

4. Varie a lista do supermercado:

Evitem ao máximo comprar as opções supérfluas, assim, quando a fome bater, eles terão que começar a aceitar as opções saudáveis que têm na casa de vocês. Eles vão sempre preferir uma bolacha recheada a uma fruta, uma batata frita a uma batata sauté. Por isso, a dica é evitar que eles tenham acesso a isso no dia a dia! 

Estas são dicas fáceis para começar a colocar em prática em casa, mas claro, a paciência e união entre todos os adultos é super importante para o “plano de ação” dar certo. E, acima de tudo, acreditem: muitas vezes nosso filho não come bem, mas é apenas uma fase! Boa sorte!